terça-feira, 25 de setembro de 2012

Questionário de dois minutos detecta mulheres em risco de câncer de ovário


Abordagem aplicada no consultório médico pode permitir detecção precoce da doença, essencial para a sobrevivência


Um simples questionário de dois minutos realizado no consultório médico pode efetivamente identificar mulheres com sintomas que podem indicar câncer de ovário, segundo estudo realizado por pesquisadores do Fred Hutchinson Cancer Research Center, nos EUA.

A detecção precoce de câncer de ovário é a chave para a sobrevivência. As taxas de cura para as pacientes diagnosticadas quando a doença está apenas no ovário é de aproximadamente 70 a 90%. No entanto, mais de 70% das mulheres com a doença são diagnosticadas com doença avançada, quando a taxa de sobrevivência é de apenas 20 a 30%.
Os pesquisadores avaliaram a eficácia e a viabilidade de várias pesquisas diferentes de rastreamento de sintomas.
Após alguns ajustes na formatação e conteúdo, a versão que se mostrou mais eficaz continha um questionário com três perguntas que verificavam se uma mulher estava experimentando atualmente um ou mais dos seguintes sintomas, identificados previamente como indicativos de câncer de ovário:
- Dor abdominal e / ou pélvica;
- Rápida sensação de satisfação e / ou incapacidade de se alimentar normalmente;
- Distensão abdominal e / ou tamanho maior abdômen
O questionário também verificou a frequência e duração desses sintomas.
"Sintomas como dor pélvica e inchaço abdominal podem ser sinal de câncer de ovário, mas eles também podem ser causados por outras condições. O que é importante é determinar se eles são atuais, de início recente e ocorrem com frequência", afirma a líder da pesquisa M. Robyn Andersen.
O estudo envolveu 1.200 mulheres, com idade entre 40 87 anos. Mais da metade das participantes do estudo relataram estar na pós-menopausa e cerca de 90% eram brancas.
Das entrevistadas, 5% foram encaminhadas para testes adicionais após responderem ao relatório. Deste grupo de cerca de 60 mulheres, uma foi diagnosticada com câncer de ovário em breve.
Das 95% das mulheres que testaram negativo no relatório, nenhuma desenvolveu câncer de ovário durante um período de 12 meses de acompanhamento, o que atesta a precisão da ferramenta de triagem.
Segundo a equipe, a ferramenta de triagem pode ser usada facilmente em um ambiente de cuidados primários, além de ser aceitável para os pacientes e médicos e identificar mulheres com sintomas com o mínimo de resultados falso-positivos.


Fonte: Isaude.net - publicado em 23/09/2012 às 07h00:00

Um comentário:

  1. Os ginecologistas, em sua maioria mal preparados, não se atentam a esses sintomas!

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM TER VOCÊ POR AQUI! AJUDE-NOS NA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DE COMBATE AO CA DE OVÁRIO, DIVULGANDO E COMPARTILHANDO AS NOSSAS POSTAGENS!

A.C.Camargo Cancer Center e Institut Curie firmam acordo de colaboração para pesquisa do câncer e os primeiros alvos são os sarcomas e radioterapia

Acordo de colaboração científica entre o A.C.Camargo Cancer Center e um dos principais centros europeus de pesquisa do câncer, o Institut ...