segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Consciência corporal/ mental e energia vital!


Toda doença surge quando o corpo quer nos dizer que, de alguma forma,  temos feito algo  de errado! E como saber o que temos feito de errado se não temos consciência do nosso corpo, tampouco da nossa mente? Um corpo saudável mantém-se saudável quando há um equilíbrio entre mente, corpo e alma, o que nos permite manter sempre em alta a nossa energia vital.
Somos seres dotados de energia, já nascemos com uma reserva de energia, mas também captamos energia do universo, através do que comemos, bebemos e respiramos, como também trocamos energia! Existe energia em tudo e em todos, acabamos consumindo energia em demasiado dependendo da forma como vivemos, podendo ocorrer falta ou desequilíbrio energético, o que acaba por  afetar o nosso corpo físico e, consequentemente, afetando a saúde física e emocional!
A lição que uma doença traz é sempre a mesma, os recados são sempre iguais: mude os pensamentos, mude as emoções, mude seus hábitos!
Sem dúvida alguma,  remédios e cirurgias da medicina ocidental são realmente importantes e salvam vidas, mas não tem a capacidade de tocar na alma, onde reside a cura profunda e completa.
A cura deve ultrapassar a barreira do físico, chegando ao não físico.
Atitudes erradas esgotam a nossa energia vital e nos adoecem. E quais atitudes erradas poderiam ser?
- Descaso com o corpo: descanso, boa alimentação, exercícios físicos e lazer são deixados de lado. E sua saúde energética, como fica?

- Pensamentos obsessivos: remoer um problema cansa mais do que trabalhar o dia todo; já pensamentos positivos recarregam as energias.

- Sentimentos tóxicos: choques emocionais, raiva e mágoas sugam a energia. Por outro lado, emoções positivas como amor e alegria recarregam a pilha e dão força para superar obstáculos.

- Fuga do presente: as pessoas tendem a achar que no passado tudo era mais fácil: “bons tempos!”, costumam dizer. Ou então, depositam a felicidade no futuro, mas deixam pouca energia no agora. E esquecem que só no presente construímos a vida.

- Falta de perdão: perdoar é libertar o passado e seguir em frente. Quem não perdoa o outro e a si mesmo, fica “energeticamente obeso”, carregando fardos passados.

- Mentiras: somos educados para desempenhar papéis sociais. A moça boazinha, a vítima, a mãe dedicada… Mas só quando somos nós mesmos a vida flui sem esforço.

- Viver a vida do outro: evoluímos com os relacionamentos, mas é preciso amadurecer individualmente. Quem cuida da vida do outro, interferindo mais do que deve, acaba sem energia para construir a própria vida.


Muita luz e energia a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM TER VOCÊ POR AQUI! AJUDE-NOS NA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DE COMBATE AO CA DE OVÁRIO, DIVULGANDO E COMPARTILHANDO AS NOSSAS POSTAGENS!

CÂNCER DE OVÁRIO - NOSSA VOZ GANHANDO FORÇAS

Há 5 anos atrás muito pouco se ouvia falar sobre câncer de ovário! Muitas mulheres diagnosticadas com ca de ovário  sofriam caladas e isol...