quinta-feira, 16 de junho de 2016

Minha última quimioterapia!

Queridos leitores, tudo bem com vocês?
Comigo está tudo bem, graças a Deus!
No dia 08 de junho, fiz a minha última quimioterapia. Foram 9 horas de infusão, pois devido a uma reação alérgica que tive na penúltima químio, teve que ser feita uma dessensibilização. Foi cansativo, mas porque foi a última!
Há um tempo atrás fiz um curso de imersão com o Marcelo Mendes, no qual foi abordado o tema CAN, COMUNICACÃO DE ALTO NÍVEL, e de como isso impacta em nossa vida. Estou afirmando que essa foi mesmo a minha última quimioterapia, que estou curada e creio no que o Dr. Carlos Faloppa me disse em uma consulta pós-cirurgia: que ele nunca mais terá que me operar!
Creio que toda a tempestade passou, creio que a calmaria chegou, creio que estou curada e creio que Deus não quer mais me ver sofrer. Creio em mim, creio que posso, creio que consigo, creio que já consegui. Nada mais de pensar em prazo de validade, em recidiva...
Só quero pensar em como irei viver daqui para frente.
Vida longa e feliz a mim! Eu mereço!

3 comentários:

  1. Querida Nanci, espero do fundo do coração que daqui para a frente e durante muitos e bons anos aproveite o que de melhor a vida tem para dar.
    Deixo-lhe um poema de que gosto muito e onde por vezes vou buscar rumo e inspiração. Chama-se Invictus e acho que se aplica na perfeição à grande guerreira e lutadora que a Nanci é:

    Invictus
    BY WILLIAM ERNEST HENLEY

    Out of the night that covers me,
    Black as the pit from pole to pole,
    I thank whatever gods may be
    For my unconquerable soul.

    In the fell clutch of circumstance
    I have not winced nor cried aloud.
    Under the bludgeonings of chance
    My head is bloody, but unbowed.

    Beyond this place of wrath and tears
    Looms but the Horror of the shade,
    And yet the menace of the years
    Finds and shall find me unafraid.

    It matters not how strait the gate,
    How charged with punishments the scroll,
    I am the master of my fate,
    I am the captain of my soul.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido Miguel,
      Muito obrigada pelas lindas palavras. Fico feliz que o destino tenha me trazido um amigo do outro lado do Atlântico, embora em circunstâncias tão tristes!
      Adorei o poema, aliás, amo poemas, mas o capitão de minha alma não sou eu, mas sim Ele: Deus!
      Beijos a você e a sua mãe!
      Nan

      Excluir

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM TER VOCÊ POR AQUI! AJUDE-NOS NA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DE COMBATE AO CA DE OVÁRIO, DIVULGANDO E COMPARTILHANDO AS NOSSAS POSTAGENS!

CÂNCER DE OVÁRIO - NOSSA VOZ GANHANDO FORÇAS

Há 5 anos atrás muito pouco se ouvia falar sobre câncer de ovário! Muitas mulheres diagnosticadas com ca de ovário  sofriam caladas e isol...