sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Tenho por obrigação ser feliz...

Hoje me ocorreu o seguinte: Se Deus me deu uma segunda chance de vida, que eu faça valer a pena, pois tenho por obrigação ser feliz!
Imaginei que após o câncer tudo pudesse ser diferente, que todas as pessoas que convivem comigo ficariam tão gratas quanto eu por eu estar viva, que gostariam de estar mais presentes comigo, celebrando a vida!
Não foi bem assim que aconteceu. As pessoas continuam tão aceleradas quanto eu costumava ser, muito preocupadas com suas obrigações diárias e com suas próprias vidas!
Na verdade, quem passou por um câncer fui eu e quem teve que desacelerar fui eu...
Criei expectativas com relação às pessoas e me decepcionei com muitas delas! 
Quatro longos anos se passaram desde o diagnóstico, tempo suficiente para eu descobrir quem sou, o que sou e o que quero. Descobri que consigo viver feliz comigo mesma, que posso e devo celebrar a minha vida, seja acompanhada ou sozinha!
Vejo o câncer como uma onda forte batendo em minha bunda, fazendo-me ou nadar para frente ou me afogar! A escolha é minha, cabe a mim decidir! Detalhe...durante esses últimos anos aprendi a nadar, e bem...
Irei sim nadar até um "ponto seguro"...Graças ao bom Deus, tenho muita saúde e fôlego para isso!
Bora ser feliz!

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Querida,
      Imagino que muita gente que passa por um CA tem essa mesma percepção. A coragem é que nos difere uns dos outros e precisamos dela para seguirmos em frente!
      Beijos.

      Excluir

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM TER VOCÊ POR AQUI! AJUDE-NOS NA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DE COMBATE AO CA DE OVÁRIO, DIVULGANDO E COMPARTILHANDO AS NOSSAS POSTAGENS!

CÂNCER DE OVÁRIO - NOSSA VOZ GANHANDO FORÇAS

Há 5 anos atrás muito pouco se ouvia falar sobre câncer de ovário! Muitas mulheres diagnosticadas com ca de ovário  sofriam caladas e isol...