quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Será que o CA 125 é mesmo eficaz para o acompanhamento do câncer de ovário?

Sinceramente, gostaria muito que algum médico oncologista, ou especialista nesse assunto, me respondesse essa questão.
Esse mês de dezembro tive que repetir meus exames. Realizei o exame CA 125 e o mesmo se apresentou baixíssimo (4,9). Mesmo a contragosto do oncologista que me acompanha, o meu médico cirurgião, Dr. Carlos Faloppa, decidiu solicitar uma tomografia.
Na última segunda, dia 14 de dezembro, fui ao AC Camargo, peguei o resultado da tomografia e fui direto para a consulta com o Dr. Carlos.
Estava super-tranquila, pois o marcador estava baixíssimo...Entreguei os exames a ele, que os leu e depois comentou comigo o resultado apresentado pelo laudo, que constatou a presença de um nódulo de quase 2 cm, reagente ao contraste, indicando uma suspeita de recidiva da neoplasia.
Uauuu, essa rasteira me pegou de surpresa! Fiquei muda e chorei no consultório. Estava sozinha...
Ele me pediu para realizar com urgência um pet scan, para comprovar ou descartar qualquer atividade tumoral e já me adiantou que, caso se confirme tal suspeita, terei que passar por nova cirurgia. Até já solicitou para que eu faça os exames pré-operatórios, isso para ganhar tempo!
Cheguei em casa desnorteada, mas mesmo assim pesquisei a respeito desse assunto para poder compartilhar com vocês. Descobri em alguns artigos médicos que em 20% dos casos o CA 125 pode apresentar um falso negativo, ou seja, apresenta-se baixo, mesmo com a doença presente. Discuti esse assunto no grupo Somos mais que Vencedoras e uma amiga comentou o seguinte: 

Carla Duda Eu gostaria de aproveitar este post para dizer algo muito importante sobre a especificidade e sensibilidade do marcador tumoral CA125 mesmo após o diagnóstico, ou seja, como um exame de rastreabilidade/acompanhamento. É importante que o oncologista nunca se baseie somente neste teste. Minha mãe, assim como a Nanci Bueno, apresentou o marcador CA125 baixo, porém, a tomografia apresentou um pequeno sinal da doença. Inclusive, há pessoas em que o CA125, mesmo com o nível de leucócitos altíssimo e exames de imagem evidenciando com clareza a presença de neoplasia, apresentam resultados relativamente baixos no marcador CA125 (minha mãe, CA125=64). Por isso, acredito ser é imprescindível o acompanhamento por exames de imagem.

Meu objetivo não é criar alarde sobre o assunto, mas é fazer com que os médicos adotem protocolos mais eficazes tanto para o diagnóstico quanto para o acompanhamento da neoplasia de ovário, pois em meu grupo, por vezes acompanhei estórias de mulheres, que assim como eu, receberam um falso diagnóstico quando do descobrimento da doença e, depois da doença, já na fase de acompanhamento, um falso negativo para o CA 125 (mesmo que no meu caso seja ainda uma suspeita)! Dez amigas do meu grupo morreram esse ano de ca de ovário!

Necessitamos de mais comprometimento médico e de mais pesquisas para o CÂNCER DE OVÁRIO! Muitas mulheres tem sido vitimizadas por essa doença, justamente por causa da falta de interesse em pesquisas sobre esse tema. Falta interesse por parte de médicos, laboratórios, agências de saúde, governantes, enfim, de muita gente! 
Quantas mais terão que morrer para que se faça alguma coisa?

ENQUANTO CONTINUARMOS SOMENTE NA CONDIÇÃO DE VITIMAS PASSIVAS DO CA DE OVÁRIO, NADA IRÁ MUDAR. Cada paciente ou familiar dever ter sua parcela de contribuição para mudar esse cenário, seja divulgando, questionando, buscando informações e  reivindicando direitos!

19 comentários:

  1. Concordo com vc! Me sinto vítima, não porque tive câncer, mas sim pelo pouco caso das autoridades em investir em pesquisas que tenham o objetivo da descoberta da cura do câncer. Me sinto vítima por ter que usar paliativos e me sentir sempre "paciente". dependente de medicamentos quimioterápicos. E isso acontece hoje, com a fosfoetalonamina, pacientes precisam gerar mobilizações, a fim de tentar a liberação dos testes clinicos. Que pais difícil, onde a corrupção, a ganância seja mais importante do que a vida humana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Odília,
      Sinto-me vítima de uma saúde pública falida, de seguradoras interesseiras, de laboratórios mafiosos, de um país corrupto que não faz valer a sua própria constituição...Muito triste pagar 800 reais por mês em um plano de saúde e ter que dispor de mais de 3000 reais por um exame de pet scan, cuja realização a seguradora está desobrigada de realizar devido ao ca de ovário nâo estar na lista de procedimentos da RN 338 da ANS. Todo tipo de câncer metastático deveria entrar nesse rol! Estou cansada...difícil essa luta, onde muita coisa independe da nossa vontade e poder!

      Excluir
  2. Oi... Tenho sentido um desconforto abdominal incomum nos últimos meses... Não mesntruo há 5 meses, tenho 31 anos... O inchaço abdominal me incomoda, e por ser obesa, todos só enxergam isso... Como na família há casos de tumor ovariano, resolvi pedir um CA 125 particular, que deu alterado... Existe falso positivo tbm? Nenhum médico entende que eu estou me sentido mal e percebo que meu corpo tem algo errado... Eu me conheço... Chegaram a pedir um US obstétrico por me acharem grávida, apesar de não estar... Tenho dois filhos, 6 e 1 ano e meio... Sei que algo não está normal, mas qdo alguém vê uma gorda jovem, acham que o problema é somente comida...

    ResponderExcluir
  3. Oi... Tenho sentido um desconforto abdominal incomum nos últimos meses... Não mesntruo há 5 meses, tenho 31 anos... O inchaço abdominal me incomoda, e por ser obesa, todos só enxergam isso... Como na família há casos de tumor ovariano, resolvi pedir um CA 125 particular, que deu alterado... Existe falso positivo tbm? Nenhum médico entende que eu estou me sentido mal e percebo que meu corpo tem algo errado... Eu me conheço... Chegaram a pedir um US obstétrico por me acharem grávida, apesar de não estar... Tenho dois filhos, 6 e 1 ano e meio... Sei que algo não está normal, mas qdo alguém vê uma gorda jovem, acham que o problema é somente comida...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida,
      Se o CA deu alterado e se VC tem casos na família, não perca tempo. Exija que investiguem melhor o seu caso.

      Excluir
    2. Querida,
      Se o CA deu alterado e se VC tem casos na família, não perca tempo. Exija que investiguem melhor o seu caso.

      Excluir
    3. Nossa Graciele foi tão bom ler seu comentário! Tenho a mesma sensação que você depositar que algo não está correto com o meu corpo. Venho desde o ano passado apresentando sangramentos anormais, abdômen inchado, dor durante a relação sexual, dor pélvica, enjôo e um cansaço sem fim. Como tenho Espondilite anquilosante( doença reumatologica) a minha médica atribui esses sintomas ao EA e não investiga outras possibilidades. Sei que tem algo errado com o meu corpo!

      Excluir
  4. Ainda em busca de um médico que olhe meus exames... Continuo mal, desconforto estomacal forte... Todos os hormônios dizem que estou bem, exames de imagem sem grandes alterações... Mesntruei Depois de 06 meses... Dor, muita dor e inchaço... Meu organismo não é o mesmo... Estou lenta... Nem olharam meu CA direito... Perguntou se algum médico pediu... Disse que não, e deixou de lado novamente... Vontade de perder 20 kg pra ver se alguém resolve ver o que está acontecendo comigo sem associar diretamente à obesidade... Na minha família há mais casos, mesmo assim estou no escuro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Graciele,
      Se você não se sente confortável com os resultados dos exames, se você ainda sente dor, tente procurar uma segunda opinião médica e solicite para realizar uma tomografia de abdômen e pelve, nem que tenha que pagar e parcelar, como fiz com o pet scan realizado recentemente.
      Boa sorte para você!

      Excluir
  5. Olá... Estou fazendo isso, enquanto aguardo consulta com o gineco... SUS às vezes é difícil... O sistema está inchado, difícil ser vista como prioridade sendo jovem e com exames nada conclusivos... Só tenho o instinto me dizendo que algo está fora do eixo, um exame alterado e histórico familiar... Talvez por isso muitos dos casos de CA estejam sendo descobertos um pouco tarde, principalmente nas pessoas mais jovens... Não se ocupam dos exames preventivos e periódicos...

    Obrigada!

    Achei o grupo no face, tenho acompanhado por lá tbm! Parabéns, pela trajetória e pela colaboração coletiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graciele,
      Você tem toda razão. Além da demora, temos ainda médicos despreparados e pouco interessados em investigar as reais causas de um desconforto persistente...
      Boa sorte para você e não desista em investigar...

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Me desculpe escrever por aqui, mas eu não sabia por onde escrever. Eu fiz um ultrassom transvaginal que diagnosticou dois cistos com finas septaçoes no ovário esquerdo, ambos com cerca de 5cm. E também dois possíveis pólipos pequenos no istmo. Acontece que eu tenho 29 anos e com histórico de câncer de mama na família. Relatei à médica que ultimamente estou com muito corrimento, nunca tive antes, e diariamente com náusea e sensação de indigestão mesmo eu tenho uma alimentação extremamente saudável. Meu exame de urina deu uma quantidade absurda de leucócitos mesmo estando com cultura zero. O preventivo acusou inflamação. Ela me passou um remédio dose única que ao que parece não adiantou nada. Não soube me dizer que inflamação e corrimentos sao esses, se limitando a dizer que é normal em mulher. Quando questionei do pq eu sentir nauseas diariamente ela riu e disse que isso não tem nada a ver com minhas questões ginecológicas. Disse que é impossível ter malignidade pq um cisto Nunca é maligno e eu não tenho idade pra isso. Me passou 4 meses tomando diclin (anticoncepcional) mesmo eu dizendo que já experimentei quase todos e todos me causam enxaqueca e dor nas pernas insuportável. Falou pra eu voltar lá só depois de 4 meses. Procurei médico pelo SUS e ele nem olhou na minha cara, falou que não existe câncer de ovário em jovens. Eu realmente não sei o que faço, gostaria de uma orientação. Pois já gastei o pouco dinheiro que eu tinha e não posso ficar assim esperando 4 meses e passando mal. Existe algo que eu possa fazer?

    ResponderExcluir
  8. Olá, sou estudante de medicina. Obviamente ainda não findei o caminho das pedras até me formar, mas me interesso muito pelo assunto. Inclusive tenho uma familiar diagnosticada com câncer avançado de endométrio, e a sensação de impotência é massacrante.
    Enfim, uma coisa que eu acho válido ressaltar é que PODE HAVER TANTO FALSOS-POSITIVOS COMO FALSOS-NEGATIVOS. E são bem frequentes. Conforme diversas companheiras comentaram, o CA 125 pode sim vir abaixo do valor de referência e haver tumor. É por isso que os marcadores não servem para "bater martelo" de diagnóstico, mas sim como suspeita inicial ou, então, para acompanhar o tratamento ou evolução da doença depois do diagnóstico (e ainda assim é imperfeito).
    Hepatite, cirrose e várias outras doenças podem elevar o CA 125. O mesmo vale para outros marcadores como o CEA, PSA, etc. O exame de imagem e o exame físico e clinico são ferramentas importantes na identificação do câncer, por isso sintomas não podem ser ignorados.
    Por exemplo, o câncer de endométrio mesmo em estágios iniciais provoca na maioria das vezes sangramento vaginal (antes ou depois da menopausa) e corrimento. O câncer de ovário tende a apresentar menos sintomas, mas ainda assim é diagnosticável em fases iniciais.
    Partilho da dor e do sofrimento de várias de vocês. Uma ginecologista ficou por dois anos "enrolando" e dizendo que um câncer endometrial era endometriose. Mesmo com ultrassonografia apontando uma "massa" no útero (é o péssimo costume de olhar apenas o laudo dos exames, e não tentar entendê-los), deixou com que o tumor avançasse e alcançasse o colo do útero e o ovário, assim como os linfonodos. Diariamente peço a Deus que não deixe que eu seja um médico como essa ginecologista.
    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Eduardo,
      Obrigada pelo seu comentário e esclarecimentos.
      Acredito que um médico deva investigar todas as possibilidades. Em pensar que tanta coisa poderia ter sido evitada se minha ginecologista fosse mais atenta!

      Tenho certeza que você será um grande médico!

      Que Deus o abençoe!

      Excluir
  9. Por favor mulheres, nao desistam, cuidem-se, a melhor especialidade medica para acompanhar essa doenca e CIRURGIA ONCOLOGICA com enfase em GINECOLOGIA, tanto para Mama, qto utero e ovario.Obesidade e fator de risco para qualquer cancer.Historia familiar e muito importante, tanto para mama, qto para ovario.Todo exame deve ser interpretado por um medico especialista no assunto.Com relacao ao Ca 125 e muito importante mais de uma coleta e exames de imagem associados.Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito importante essa informação!
      O Ca 125, isoladamente, não indica ausência ou presença de malignidade. Deve sempre ser associado a exames de imagem.

      Excluir
  10. Estou precupdada com os relatos que vi por aqui.EStou fazendo investigação de tumor no ovário.Meu ca 125 deu 21..abaixo o índice ..porém no ultrassonografia aparece lesão espanciva, fiz uma ressonância e estou aguardando o resultado.Estava respirando aliviada...porém agora estou extremamente preocupada com a possiblidade do ca ter dado falso negativo. Alguém poderia de dar uma luz.

    ResponderExcluir
  11. Estou precupdada com os relatos que vi por aqui.EStou fazendo investigação de tumor no ovário.Meu ca 125 deu 21..abaixo o índice ..porém no ultrassonografia aparece lesão espanciva, fiz uma ressonância e estou aguardando o resultado.Estava respirando aliviada...porém agora estou extremamente preocupada com a possiblidade do ca ter dado falso negativo. Alguém poderia de dar uma luz.

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM TER VOCÊ POR AQUI! AJUDE-NOS NA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DE COMBATE AO CA DE OVÁRIO, DIVULGANDO E COMPARTILHANDO AS NOSSAS POSTAGENS!

CÂNCER DE OVÁRIO - NOSSA VOZ GANHANDO FORÇAS

Há 5 anos atrás muito pouco se ouvia falar sobre câncer de ovário! Muitas mulheres diagnosticadas com ca de ovário  sofriam caladas e isol...