sexta-feira, 3 de julho de 2015

Câncer de Ovário: um mal sussurrante!


Olá queridos leitores, tudo bem com vocês?
Comigo está tudo bem, Graças a Deus! Seguindo somente com o acompanhamento,  e isso não poderia me deixar mais feliz!
Vocês devem ter percebido que alterei o nome do blog de Câncer de Ovário: Um mal silencioso, para Câncer de Ovário: Um mal sussurrante...
Vocês devem estar se perguntando, por que alterei o nome?
Darei a resposta:
Em 08 de maio de 2015, em razão do dia internacional do combate ao ca de ovário, participei de um encontro promovido pelo Oncoguia, no qual esteve presente a Dra. Solange Sanches, titular do Departamento de Oncologia Clínica do Hospital A.C. Camargo Cancer Center.
Na ocasião, a oncologista dra. Solange explicou sobre a doença que pode atingir qualquer mulher, principalmente após a quinta ou sexta década de vida. “O câncer de ovário não é uma doença silenciosa, mas sussurrante. Diferentemente do câncer de colo de útero que você pode fazer um papanicolau para conseguir diagnosticar, ou um câncer de mama, para o qual existe a mamografia, no caso do câncer de ovário as opções são extremamente limitadas.”
Explicou ainda que os sintomas do câncer de ovário podem ser confundidos com outros distúrbios, tais como as doenças gastrointestinais e disse que “A grande maioria das pacientes sempre chega para a gente com uma endoscopia nas mãos. Não que esteja errado, pois se ela começa a sentir um “estufamento”, ela resolve procurar um gastro. Mas é importante que os médicos notem que, se eles não descobrem nada, é necessário pensar em outras possibilidades e não ficar insistindo num único tratamento.”
Desta forma, se a mulher sentir um, ou mais, dos sintomas seguintes na maioria dos dias e por um período de três semanas, deverá discutir as preocupações com o seu médico:

• Aumento do volume abdominal / inchaço contínuo (não é o inchaço casual)
• Dificuldade de comer / sensação de plenitude
• Dor abdominal ou pélvica
• Necessidade urgente e frequente de urinar

É muito provável que as mulheres com câncer de ovário tenham com frequência um ou mais dos sintomas acima mencionados. Também podem ocorrer outros sintomas, como por exemplo: mudança nos hábitos intestinais, sangramento vaginal anormal, cansaço e perda ou aumento inesperado de peso (neste caso, em redor do abdômen). Todavia, tais sintomas são menos úteis quando o médico está tentando determinar se a causa deve-se, ou não, ao câncer de ovário.

2 comentários:

  1. ola a um ano tive que retirar o ovário esquerdo por consequência de um cisto hemorrágico e esse ano fui diagnosticada com um nódulo dentro do outro ovário com 3 centímetros e meio que ne causa muita cólica, o tamanho do nódulo coopera para probabilidade de ser maligno se passar de 3 centímetros?
    tenho tido muita altas e baixas no sistema emocial como um distúrbio isso ocorre por decorrência dessa infermidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida,

      A instabilidade emocional decorre da diminuição dos hormônios, pois vc retirou um ovário.
      Quanto ao nódulo dentro do ovário, somente exames mais detalhados (como uma biópsia) poderá determinar se se trata de um tumor malígno.
      Fale com o seu gineco o quanto antes.
      Abs e boa sorte!

      Nan

      Excluir

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM TER VOCÊ POR AQUI! AJUDE-NOS NA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DE COMBATE AO CA DE OVÁRIO, DIVULGANDO E COMPARTILHANDO AS NOSSAS POSTAGENS!

Ser bonzinho demais pode fazer mal!

Provavelmente, você já deve ter ouvido a frase: “bonzinho só se ferra”. Pois bem, existe um certo acordo universal, que parece realmente ...