sábado, 9 de maio de 2015

Vamos fazer barulho para esse câncer silencioso...


No dia 08 de Maio - DIA MUNDIAL DO CÂNCER DE OVÁRIO estive presente no evento promovido pelo Oncoguia, que contou com a presença de ex-pacientes de ca de ovário, de representantes do Oncoguia, do CCO - Combate ao CA de ovário, da Roche, do AC Camargo e outros... Um dos pontos principais que foram discutidos foi que o CA de ovário continua sendo difícil de ser diagnosticado e que a atenção aos sintomas persistentes continua sendo o único meio de se diagnosticar o câncer precocemente, uma vez que os exames de rotina não detectam o ca de ovário.
Conversar com suas amigas e familiares sobre o câncer de ovário é o primeiro passo para protegê-las do diagnóstico. Faça parte do nosso movimento global de conscientização...

Um comentário:

  1. Poxa, não sabia! Se soubesse, teria divulgado bem mais no dia, que peninha :(
    (Por outro lado, amei o lenço, que cor linda! Sou doida por lenços e tenho uma coleção enorme, já quero adquirir um desses para divulgar no próximo ano hahahaha)

    Fico feliz que tudo esteja bem com você, Nanci, de coração! Vi que seus exames estão todos ótimos, da um alivio gigante, né? Deus tem dado vários milagres para você, vez por vez, passo por passo, todos os dias. Nunca duvide disso. :)

    Do lado de cá, optamos por fazer a quimioterapia. Ela não é protocolo para o estádio da minha mãe, mas como os marcadores tumorais estavam altos demais antes da cirurgia (o CA 125 e o CA 19/9 estavam na casa dos milhares, o que nos deu o medo inicial de estar em estágio mais avançado, além do tamanho, da ascite - que desapareceu do nada e ninguém entende onde foi parar... Enfim), o médico deu a sugestão dela fazer como uma forma de prevenção. Fizemos novos exames semana passada e os marcadores caíram consideravelmente; o CA125 está dentro da faixa normal e o CA19/9 ainda está na casa dos 100 :/ mas como ela teve um diagnóstico inicial de pancreatite, pode ser que tenha algo a ver (porque acharam câncer e todo mundo esqueceu da pancreatite, ne... Não teve jejum, nem tratamento, nem nada). Mas às vezes, com a quimioterapia, agora tudo abaixe de vez, né? É tudo o que eu mais queria, achei que já teria caído mais, fiquei um pouco chateada quando vi.
    Enfim... Começaremos as sessões na sexta-feira agora. É uma batalha pesada, mas já que é para o melhor, to aceitando até injeção na testa se isso ajudar minha mãe hahaha.

    Um grande beijo.

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM TER VOCÊ POR AQUI! AJUDE-NOS NA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DE COMBATE AO CA DE OVÁRIO, DIVULGANDO E COMPARTILHANDO AS NOSSAS POSTAGENS!

Rucaparib para câncer de ovário recorrente

Data : 08 de setembro de 2017 Fonte: ESMO 2017 LUGANO-MADRID - A terapia de manutenção de Rucaparib aumenta a sobrevivência livre d...