quinta-feira, 12 de março de 2015

Alerta de uma leitora: Não se acomodem jamais, façam os exames preventivos!

Queridos leitores,

Tenho andado sumida ultimamente, mas fiquem tranquilos, pois estou muito bem, graças a Deus.
Apenas estou tentando seguir a minha vida, de uma forma "quase" normal".
Não deixo de ler e responder às mensagens que recebo e, muitas delas, como a que transcrevo abaixo, deixam-me muito em paz e mais tranquila, pois sei que, assim como essa leitora, muita gente tem se engajado na divulgação de informações e alertas sobre câncer de ovário.
Hoje, eu compreendo que, se eu não tivesse passado pelo câncer, eu jamais teria tido a oportunidade de alertar as pessoas quanto aos cânceres ginecológicos. Acho que por causa do meu jeito briguento e altruísta, fui "a escolhida" para poder passar essas mensagens a vocês.
Já aproveito para responder por aqui aos questionamentos da leitora.
Afinal, "O Câncer de Ovário é Silencioso, mas Nós Não"

Beijos a todos.

Nan
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nanci, 
Acho que passei o último mês lendo seu blog de cabo a rabo. Minha mãe passou por uma cirurgia na semana passada para operar uma massa sólida suspeita no ovário direito e infelizmente o diagnóstico foi de câncer de ovário. Ainda não temos o resultado da biópsia nem o estadiamento, mas era um cistoadenocarcinoma. Eu ainda quero fazer um comentário melhor sobre tudo isso... Principalmente o medo que surgiu nas nossas cabeças por conta dos péssimos prognosticos que divulgam em relação à mortalidade (o que me apavora muito mais que a recidiva, apesar desta também não soar obviamente nada legal). Ainda moro com meus pais e minha mãe é minha melhor amiga, passei esses dias no hospital sem dormir, ao lado dela, pensando o que seria de nós a partir de agora. Larguei a faculdade de Direito ano passado, no meio do curso, para seguir meu sonho... Medicina! Ai aconteceu isso é estamos todos sensibilizados. 
Mas no momento queria dizer tres coisas, ou melhor, perguntar uma coisa e dizer outras duas: 
1) muito obrigada pelo seu blog. Ter assumido essa causa realmente tem alertado muitas pessoas e essas pessoas, por consequência, acabam alertando muitas outras. Perdi a conta do quanto falei com amigas sobre isso, e agora aumentei ainda mais, ne? 
2) Voce tem me inspirado muito a motivar minha mãe dentro de toda esta situação. Você tem sido um exemplo de quem passou por isso, está viva, saudável, bem e lutando, aproveitando cada minuto da vida. O médico nos alertou que o estágio talvez seja o III, apesar de ainda precisarmos da biópsia, e tenho a fortalecido muito com isso, e fortalecido a fé dela também. Minha mãe sempre foi muito espiritualizada e tenho feito tudo o que posso para manter isso no mais alto grau. 
3) você disse em uma entrevista que mudou sua alimentação, mas não exatamente procurou por ajuda especializada. Você pode me dizer como você mudou, mais ou menos? Acredito que a luta e, principalmente, a vitória contra o câncer inclui mente e corpo sãos, e que a alimentação auxilia a manter o corpo forte para a quimioterapia e para depois. Introduzi muito morango, tomate, uva e verduras no prato da minha mãe (não que ela não comesse, mas estou mais no pé dela), mas queria saber como você fez. 

R- Quando adoeci, procurei ler tudo que encontrei sobre alimentos que ajudassem a potencializar o efeito da quimioterapia. Inseri em minha alimentação as frutas vermelhas, amêndoas, damascos sêcos e alimentos ricos em enxofre. Vejam abaixo esse artigo:
"A apigenina, substância que pode ser encontrada em frutas e legumes, acaba de ganhar função reconhecida no complemento à quimioterapia, segundo estudo desenvolvido pela Universidade da Califórnia, em Riverside (EUA). Isso porque o composto potencializa a ação da proteína p53, que desempenha importante papel na resposta celular, reforçando a ação do tratamento medicamentoso do câncer.  A apigenina pode ser encontrada na maçã, uva, cereja, alcachofra, manjericão, aipo e nozes, entre outros alimentos (www.abcancer.com.br). Experimente o suco funcional rico em apigenina: 2 maçãs fuji, 2 uvas rubi ou moscatel, 3 cerejas e 3 nozes. Bata tudo no liquidificador e beba a seguir."

E que as palavras dessa querida leitora, sirvam de alerta:

"E espero que com este comentário outras pessoas possam aumentar os exames preventivos, ainda que não sejam tão bons para rastrear quanto à mamografia ou papanicolau para outros cânceres: minha mãe teve filho, usou anticoncepcional por dez anos, amamentou... Tudo o que em teoria eram fatores protetores, mas aconteceu mesmo assim. Não se acomodem, jamais." 




Sou uma mutante!

Calma, irei explicar o título da postagem! Não sou a mulher lagarto, não possuo super poderes ou algo do gênero, mas descobri, recentemen...