quarta-feira, 25 de junho de 2014

Médicos norte-americanos anunciam novo tratamento para câncer de ovário


Novo tratamento contra o câncer de ovário pode atrasar progressão da doença

Da Agência Brasil - 20/06/2014

Uma equipe médica da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, anunciou ter descoberto um novo tratamento para o câncer de ovário, que pode atrasar a progressão da doença.

Os resultados de uma pesquisa feita por investigadores do Centro Médico St. Joseph indicam que o novo tratamento pode melhorar as taxas de respostas, com aumento da taxa de redução do tumor. Os estudos mostram a tendência de melhoria na sobrevivência, mas os dados ainda não são garantidos.

O responsável pela Divisão de Oncologia Ginecológica na Universidade do Arizona, Bradley J. Monk, alertou que o câncer de ovário é quase sempre fatal. Segundo ele, é necessário buscar novos tratamentos para a doença.

Bradley J. Monk garantiu que a nova terapia não aumenta riscos de hipertensão arterial e a perfuração do intestino, como acontece com outros medicamentos já existentes para tratar o câncer de ovário.

Exame de sangue em estudo pode detectar câncer em estágio inicial

Teste identifica rastros do código genético de vários tipos de tumores. Biópsia líquida deve estar disponível aos pacientes no prazo de 2...