domingo, 15 de dezembro de 2013

Dicas para manter a memória afiada depois da quimioterapia.


Faz 1 ano e 4 meses que terminei as quimios e ainda sinto minha memória péssima. Esqueço tudo: nomes, rostos, compromissos, palavras, objetos, de pagar contas, enfim, é uma loucura. Parece que emburreci! É muito frustante.. Acho que a quimio "queimou" os meus neurônios. Uma amiga, que também  fez quimio e que está passando pelo mesmo problema, compartilhou comigo o texto abaixo.


12/12/2013 - por Ana Leite

Muitas pessoas que passam pelo tratamento de Câncer podem notar alterações em sua memória e habilidades de pensamento.  Para ser mais exato, pode ser necessário lidar com disfunções em várias funções cognitivas, como: memória verbal, memória de trabalho, função executiva, atenção, concentração, linguagem e velocidade de processamento da informação. Assim, é necessário aprender a lidar com sintomas cognitivos da quimioterapia e isso envolve encontrar maneiras de desempenhar melhor as atividades.
Aqui estão algumas dicas que podem ajudar:
  • Faça listas. Leve um caderninho (ou agenda do celular ou de papel) com você e anote as coisas que você precisa fazer. Por exemplo, listas de coisas para comprar, coisas para fazer, telefonemas para retornar, e até mesmo, questões mais práticas como tomar os medicamentos. Itens realizados você corta da lista!!
  • Use um calendário de parede. Para algumas pessoas isso funciona melhor do que uma agenda ou um caderno de anotações porque você pendura em um lugar que é fácil de ver. Locais que podem ser ideias para pendurar o calendário é geladeira ou até mesmo o espelho do banheiro, para esses lugares você olha várias vezes ao dia .
  • Algumas dicas do que se deve anotar:
  1. Listas de tarefas com as datas, horários e endereços
  2. Horários de medicações e consultas
  3. Números de telefone importantes
  4. Nomes das pessoas que você precisa lembrar e pode esquecer.
  5. Você também pode usar o seu “caderno de memória “como um diário para monitorar possíveis sintomas, outros efeitos colaterais ou para anotar perguntas a fazer o seu médico na próxima consulta.
  • Deixe uma mensagem em sua secretária eletrônica para se lembrar de algo importante. Quando você ouvir a mensagem mais tarde pode anotar as informações para que você não esqueça.
  • Organize o ambiente. Manter as coisas em lugares familiares vai ajudar a lembrar de onde colocou-as.
  • Evite distrações. Trabalhar, ler e fazer suas tarefas em um ambiente organizado e pacífico pode ajudar a manter o foco por longos períodos de tempo.
  • Tenha conversas em lugares calmos. Isso minimiza distrações e permite que você se concentre melhor no que a outra pessoa está dizendo.
  • Repita as informações em voz alta depois que alguém as dá a você, e anote os pontos importantes. Por exemplo, antes de anotar um compromisso, você pode dizer: ” Ok, então vamos nos encontrar às 2:00  segunda-feira 3 de junho, no número 503 na Avenida Paulista”.
  • Mantenha sua mente ativa. Fazer palavras cruzadas e jogos que desafiem sua atenção, sua memória ou seu raciocínio podem ajudar. Ou ainda, ir a uma palestra sobre um assunto que lhe interessa.
  • Revise. Verifique novamente as coisas que você escreve para se certificar de que você usou as palavras e ortografia corretas. O ddéficit de atenção pode se manifestar em letras e palavras que não são escritas.
  • Treine-se para se concentrar. Costumamos fazer uma coisa enquanto pensamos sobre outra, o que aumenta as chances de esquecer algo importante. Concentre-se no que está fazendo para não perder objetos simples, como a chave. Além disso, você pode usar a dica anterior e dizer em voz alta para si mesmo: ” Eu estou colocando as minhas chaves na minha cômoda.”
  • Exercício, comer bem, descansar bastante e dormir. A pesquisa mostra que essas coisas ajudam a manter sua memória de trabalho no seu melhor.
  • Converse com as pessoas sobre o que você está passando. Dependendo da intimidade, você pode dizer a sua família e amigos suas falhas cognitivas, assim eles poderão entender se você esquecer as coisas que você normalmente não iria esquecer. Eles podem ser capazes de ajudar e de incentivá-lo.
  • Sempre procure ajuda profissional. Se viver com sintomas cognitivos da quimioterapia te deixa ansioso ou triste, procure ajuda!!!

fonte: Cancer Care imagem: tyfn

Um comentário:

  1. Aqui em casa praticamente todos os cômodos tem um bloquinho e caneta. Lembrou, anotou e pronto. Bj Beth

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM TER VOCÊ POR AQUI! AJUDE-NOS NA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DE COMBATE AO CA DE OVÁRIO, DIVULGANDO E COMPARTILHANDO AS NOSSAS POSTAGENS!

A.C.Camargo Cancer Center e Institut Curie firmam acordo de colaboração para pesquisa do câncer e os primeiros alvos são os sarcomas e radioterapia

Acordo de colaboração científica entre o A.C.Camargo Cancer Center e um dos principais centros europeus de pesquisa do câncer, o Institut ...