sexta-feira, 5 de julho de 2013

Os fracos nunca perdoam, o perdão é virtude dos fortes

Perdoar é uma demonstração de força e de grandeza do ser humano, porém, não se deve sempre achar que o nosso semelhante é que deve pedir perdão e nos colocarmos numa posição superior como nos achando sempre a pessoa certa e que nunca erra. O perdão deve ser uma relação mutua. Se o meu semelhante me pede perdão eu concedo, mas,  ao mesmo tempo, eu peço que ele me perdoe, pois quem sabe se aquele que me ofendeu, na verdade, o fez por causa da minha falta de tolerância, paciência, compreensão, pela minha arrogância... Penso eu que o perdão seja um bom exercício para a nossa alma, além de ajudar a cultivar o amor!

O ato de perdoar não está no simples fato de dizer “eu te perdoo”. O perdão é o esquecimento das ofensas, é não deixar as energias negativas que nos motivavam a vingança tomarem a nossa consciência fazendo-nos querer praticar algo contra quem nos ofendeu. O perdão é estar de consciência tranquila, ignorar as falhas do próximo, pois, assim como nós, ele está aqui passando pelas mesmas aflições, tormentas e tentações que nós, com o objetivo de aprender e evoluir.

Alimentar o ódio, a raiva e/ou a vingança gera consequências péssimas para ambos os lados. Para o que foi ofendido gera o ciclo vicioso, porque, uma vez que o ofendido ainda não tenha o esclarecimento moral para perdoar as falhas, retornará com outra ofensa, que gerará outra, e assim por diante. Para o que ofendeu, gera a condensação de fluídos negativos na nossa organização perispiritual,  trazendo consequências à nossa saúde mental, física e espiritual, daí o surgimento de doenças.

Perdoar é Paz. Perdoar é Fraternidade. Perdoar é Saúde.

10 comentários:

  1. atitude cada vez mais raro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rara mas necessária, pois o ato de perdoar traz paz e saúde!

      Excluir
  2. Às vezes o mais difícil é perdoar a si próprio...

    Caroline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Caroline,

      Não é difícil quando sabemos reconhecer os nossos erros...
      Todo erro merece perdão.
      Abraços fraternos.

      Nanci

      Excluir
    2. Sempre fui muito cobrada e assumi o comportamento de me cobrar demais. Assim, a auto crítica é muito grande, e sempre acabo vendo "erros" no que eu faço. Erros fazem parte da nossa trajetória, e sempre consegui aprender com eles - acho que aprendemos muito mais com os erros do que com os acertos - mas me perdoar é sempre custoso.
      Acho mais fácil entender o erro do outro do que o meu próprio. Talvez o problema esteja no meu julgamento demasiadamente severo de minhas atitudes, a ponto de confundir insucessos com erros.
      Abraço,
      Caroline

      Excluir
  3. Caroline,
    Estranho, mas quando escrevo a você tenho a impressão que já a conheço! rsrs
    Também já fui assim um dia, como você, e o que ganhei? Você já sabe...
    Infelizmente, algumas vezes, só aprendemos a duras penas.
    Abraços.

    Nanci

    ResponderExcluir
  4. Nanci

    Também sinto como se já lhe conhecesse!
    No meu caso, a auto cobrança excessiva gerou ansiedade e depressão. Entre períodos de melhora e piora, levei muito tempo para admitir que não estava conseguindo sair desse ciclo de cobrança e frustração. Depois de muito tempo perdido, achando que era a vida que conspirava contra mim, decidi procurar ajuda profissional. Depois disso, consegui melhoras significativas.
    Acredito que somatizamos essa angústia, por isso recebemos esse "beliscão" da vida. É como se nosso corpo estivesse clamando ajuda para nossa mente.

    Abraço,
    Caroline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Caroline,
      Espero, de coração, que você tenha superado essa auto cobrança excessiva! Expectativa exagerada é o primeiro passo para as frustrações.
      Ante às frustrações, lembremo-nos que viver é uma arte, que errar faz parte da vida e que corrigir os erros e redirecionar a rota pode fazer toda a diferença.
      Os obstáculos só nos serão pedras de tropeços se nos julgarmos incapazes de transpô-los!

      A propósito, quando você se refere a esse "beliscão da vida", o que quer dizer especificamente? Desculpe a minha indiscrição, mas você também foi uma paciente oncológica?
      Beijos minha querida e fique com Deus.

      Nanci

      Excluir
  5. Oi Nanci!
    Estou em processo de superação dessa auto-cobrança. Dessa vez decidi investigar as causas do problema, e não mascarar os sintomas. O "beliscão" ao qual me referi foi a síndrome de pânico, que me forçou a enxergar que havia algo de errado com meu lado emocional. Foi por isso que procurei ajuda médica e psicológica.
    Descobri seu blog pesquisando sobre CA125. Faço tratamento para endometriose e em exames de rotina foi constatada uma alteração muito grande nesse marcador tumoral em um intervalo de poucos meses, mesmo tendo interrompido as menstruações. Ainda estou esperando o resultado de uma ressonância, mas meu ginecologista me tranquilizou e disse que provavelmente é só endometriose. Apesar de não ser paciente oncológica me identifiquei muito com o blog, seja pelas matérias instrutivas a respeito da saúde da mulher, seja pela sua força e perseverança ao virar essa dura página na sua vida. Cada palavra sua irradia luz e sinto como se elas fossem um abraço bem apertado!
    Obrigada por compartilhar suas experiências! Espero que tudo de melhor lhe aconteça!
    Beijos,
    Caroline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caroline,
      Graças a Deus você não faz parte do rol das pacientes oncológicas! Fiquei realmente aliviada!De fato, a endometriose causa alterações no marcador tumoral!
      Obrigada pelo carinho, suas palavras também me irradiam muita coisa boa!
      Também desejo-lhe tudo de melhor em sua vida! E vamos que vamos, que tem muita coisa boa nessa vida que vale a pena ser vivida!
      Beijos.
      Nanci

      Excluir

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM TER VOCÊ POR AQUI! AJUDE-NOS NA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DE COMBATE AO CA DE OVÁRIO, DIVULGANDO E COMPARTILHANDO AS NOSSAS POSTAGENS!

A.C.Camargo Cancer Center e Institut Curie firmam acordo de colaboração para pesquisa do câncer e os primeiros alvos são os sarcomas e radioterapia

Acordo de colaboração científica entre o A.C.Camargo Cancer Center e um dos principais centros europeus de pesquisa do câncer, o Institut ...